26 outubro 2009

Episódio 2 - SongBook


Bem, mais uma semana se passou e com a vontade que foi expressada por cada membro da equipe no ensaio (episódio) anterior, imaginei que esta proposta seria a mais fácil de se realizar. E como o homem se engana, não é mesmo? Então lhes contarei como foi.
Um belo dia, quando todos estavam já criando um certo cansaço das músicas que estávamos cantando, pois alguns já imaginavam que não precisava ensaiar as músicas, pois as cantávamos todos os dias, durante anos. Então ao escolher alguns cânticos para cantarmos no domingo a patricinha disse: Não tem umas músicas novas, atuais que agente poderia trocar pelo cântico "Deus é o meu refúgio"? No momento imaginei: Este é o momento de usar a vontade que eles estão e deixá-los criar um caderno de cânticos novo. Então convoquei o grupo para agente pensar na melhor forma de montar um caderno de músicas. Foram dadas muitas idéias, entre elas: Um caderno que fosse frente e verso, com músicas atuais e um CD contendo as músicas do caderno para todos terem como treinar em casa. Eu me apaixonei pelo grupo!
Então pedi a patricinha pra escolher algumas músicas, e o pessoal do instrumental e que conforme formos escolhendo algumas músicas, já vamos ensaiando essas músicas na sexta feira. E a primeira semana estava uma maravilha Até a 4 semana, ok. As demais foram tortura. Eu procurando todos os Cds possíveis de 2005 em diante que tivesse músicas que se enquadrassem nos cultos que temos. Enquanto os demais, começaram a parar. Foi uma semana, 2 semanas, 3 meses, 5 meses. Então pensei: Já é hora de caminhar né. Chamei uma garota para me ajudar e convoquei minha esposa. As duas chegaram a me mandar varias músicas, e coloquei no índice e já separei 2 cifras de cada música. Uma coisa bem trabalhosa, mas que renderá frutos.
Mais uma vez pedi um trabalho a Patricinha: Pegar os links das cifras que eu havia encontrado e colocar todas dispostas e formatadas. Acho que não é algo muito difícil. Pedi e aí o que aconteceu? Ela fez uma parte. Bem da forma que imaginei. Fiquei muito feliz. Quase comprei um presente pra ela! Muito feliz mesmo... Dei graças a Deus e tirei um fardo de mim, pois estava procurando metodologias de ensaio, técnicas de banda, ensaio de banda, ensaio de coral. Coisas que até então, nunca tinha me preocupado. Aí fui afundo nisso. Fiz 2 DVDs com técnicas de teclado, técnicas de guitarra e técnicas de voz. Aí passei a fazer um caderno com várias matérias sobre técnicas vocais. Fiz uma apostila de estudos e treinos para guitarra. Passei um site para o baterista treinar. Então pensei, pronto, está na hora de ver as coisas andarem. E ai aconteceu. As coisas não andaram. Por mais que eu me esforçasse não conseguia fazê-los andar. E nesse tempo fiquei pensando e orando a Deus. Só pedia forças para não desanimar e vontade de crescer mais.
Os dias passaram chegou a completar 7 meses e terminamos o caderno de música. Depois disso, parei pra pensar, 7 meses poderíamos gravar músicas nossas. Criar um caderno de músicas próprias. E comecei a orar por isso.
Mesmo depois dos 7 meses com a ordem das músicas, o indice das músicas pronto, ainda não pudemos iniciar o caderno novo. Então, acho que me extressei com a situação e mandei o arquivo DOC do caderno pra todos. Queria ver se alguém falava alguma coisa. E um deles falou: "Legal gordo o caderno ficou bom".
Não me imagino sendo mais pró-ativo. E novamente, fui orar, comecei a orar mais. Comecei a demonstrar minha insatisfação com o grupo e 2 pessoas me perguntaram: Porque vc está nervoso com agente hoje? Eu não desabei nelas porque sabia que a culpa toda não era delas. Era a situação, o contexto. Então contei o seguinte sonho que tive:
Eu abri os olhos e estava de pé ao lado do pessoal do grupo. Só que estávamos todos acorrentados, e eu possuía uma asa branca imensa. Eu tentava voar, mas as correntes me prendiam, e não via as pessoas ao lado querendo fazer nada para sair desta situação, então ao orar um anjo apareceu, tocou as minhas correntes e disse: Voe. Eu perguntei: E eles? O anjo respondeu apenas: Voe.
Os olhos destas garotas se encheram de lágrimas e o meu também. Nunca foi tão real, algo que gostaria de fazer, mas não podia ainda pois me sentia preso a uma pedra.
Conversamos e elas disseram que não estariam mais paradas, que chamariam a atenção do anjo para que ele também as libertasse.
E eu gostaria muito de ver isso como uma verdade absoluta e que houvesse persistência da parte do grupo. Persistencia e perseverança são coisas raras, então não perca o episódio 3 - A primeira vez.
Uma passagem bíblica que marcou essa semana: João 1: 51.

___________________________________________
Leia um livro vale a pena: Clique aqui e escolha

17 outubro 2009

Episodio 1 : Ensaios Semanais



Muito bem, parece certo que qualquer equipe de louvor ensaie semanalmente, ou até algumas vezes a mais durante a semana. Então, para este grupo não é o certo. Como assim, um ensaio por mes? É, tive que perguntar isso. E não adiantou. a Paquita me disse que teria um casamento, uma festa e um concurso de beleza e não poderia vir aos ensaios.
A paquita: Esta personagem tem um temperamento muito forte e ao mesmo tempo é toda sentimental parece uma manteiga. Se você fala que azul é melhor logo esta diz, prefiro rosa. Normalmente não reclama do que a mandam fazer, apenas não faz.
Então pensamos em regras. Vamos la, para participar do ensaio é necessário vir no Estudo bíblico de louvor. Como assim perguntaram. Queriam saber quem daria este estudo. E falei, Eu Logico! O lider de louvor é sempre encarregado destas incumbências. Por vezes me sai muito bem. Por outras, fui chamado de irresponsável e chato. Mas é essa a posição, vamos fazer né.
Você ja percebeu. Aquele que lhe escreve é o "Chato". Eu dispenso apresentações. Vcs me conhecerão ao longo dos episodios.
Depois das regras, e das aulas de estudo bíblico, so faltava ensaiar. Mas como definir um bom dia para todos? Impossível. Sempre tem um que vai dizer, nesse dia tenho que ficar com o cachorro da minha tia, ou vai ter uma reunião das Fofs Queiras no mesmo horário. Então como faremos? E uma alma com um refrigério de Deus falou: Tudo bem pra todo mundo se for na sexta? Eu disse que pra mim, ok! E todos disseram que tudo bem. Alguém comentou: 2 ensaios por semana? Eu apenas acenei ao longe com a mão com sinal de positivo!
Então Definimos quando haveriam ensaios e quando haveriam estudos. Agora a parte séria: O que cada um do grupo espera da equipe e do trabalho?  A sua maioria esmagadora falou que queria estar com o grupo evangelizando o mundo através da música.
Eh Jesus, como chegar neste objetivo é dificil! Pois é. Quando falamos em evangelizar atraves da música, falamos em ir ao inferno buscar almas. Enfrentar o inimigo.
E neste dia vou dormir tranquilo imaginando que tudo estava no caminho correto e que todos iam se empenhar ao máximo para atingir os objetivos (evangelizar atraves da musica). Você crê que é capaz? Então vamos a luta. e que Deus nos ajude.
Por mais incrivel que possa parecer, fazer um caderno de músicas é algo mais critico do que parece. Nao perca no episodio 2 : SongBook
Para finalizar gostaria de deixar com Vcs um versículo que foi usado neste dia: Marcos 16:15-17
-----------------------------------------------------
Leia um livro vale a pena: Clique aqui e escolha

14 outubro 2009

Uma nova História

Pode parecer até uma INVERDADE, mas ouvi isso. Que esta geração estaria fazendo uma nova história. Estou pensando em escrever esta nova história e após algum tempo pensando nisso, resolvi. Vamos digitar.
Por mais incrivel que pareça, esta história vai conter trechos reais de personagens Irreais, porém tão realistas que todos podem encontrar alguém parecido. Um tio, irmão, cunhado. Estes personagens estarão sendo narrados dia após dia. Cada semana falando de um deles. Visto que estas aventuras acontecem normalmente nos sabados e domingos. Mas não imaginem que estes personagens são reais. Porém imaginem que as situações podem ser. E por muitas vezes Irreais e absurdas, mas sempre Reais e concretas. Sera que deu pra entender? Então a idéia deste post é bem essa, escrever uma introdução ao proximo conteúdo.
Vou contar um segredinho: Existem mais pessoas parecidas as que serão mostradas do que podemos imaginar. Até eu mesmo, me enquadro em varias das situações, varias dos momentos de extresse! Mas o que temos que pensar é que as lutas estão aí, basta Crer, que venceremos.
Fique Ligado, ainda esta semana sai o Episodio 1 : Ensaios Semanais.
Fiquem com Deus!

___________________________________________
Leia um livro vale a pena: Clique aqui e escolha

02 outubro 2009

Carta do Som do Céu


Uma carta de intenção foi assinada por um grupo de "Artistas" adoradores em abril deste ano. Após ler os pontos da carta, percebi que a maioria deles deve ser colocado em pratica. Concordemos ou não com todos ou com a forma que eles foram descritos veja os pontos a seguir e se coloque a disposição de Deus.

1. O artista cristão deve desenvolver o seu dom criativo e submetê-lo exclusivamente aos valores da Palavra de Deus;
2. Cremos que a arte, na perspectiva da graça comum, é um presente dos céus a toda humanidade e não está restrita aos cristãos;
3. Desejamos que haja coerência entre a vida, o ministério e a profissão do artista cristão, cujo discurso deve estar aliado à sua prática;
4. Esperamos que o artista cristão busque servir a Deus e à sociedade com excelência e integridade, dedicando-se ao desenvolvimento dos talentos e dos dons recebidos do alto;
5. A igreja precisa estar atenta ao artista cristão como parte do rebanho de Deus e dar a ele a atenção devida, despida de preconceitos, e oferecer-lhe pastoreio e discipulado, objetivando a sua formação espiritual e ética;
6. Esperamos que o artista cristão esteja envolvido em uma igreja local, servindo-a e amando-a como Corpo de Cristo. Deve ser rejeitada toda e qualquer tentativa de desenvolvimento de uma fé individualista e distante da comunidade;
7. Reafirmamos que a elaboração de textos e letras deve ter embasamento nos valores da Palavra de Deus;
8. Comprometemo-nos a dedicar atenção e reflexão às canções que são introduzidas no culto de adoração e nas demais atividades da igreja, buscando um repertório equilibrado e consciente e evitando, de todas as formas, que heresias e desvios teológicos adentrem sutilmente em nossas comunidades;
9. As igrejas, as instituições de ensino teológico e os artistas cristãos devem combater o ensinamento equivocado e amplamente difundido de que louvor e adoração restringem-se à musica, ensinando, por demonstração e exemplo, que se trata de um estilo de vida que envolve todas as áreas da nossa existência e que a música, assim como outras formas de arte, é expressão legítima de louvor e adoração;
10. A igreja deve agir como facilitadora na adoração e abrir espaço para que todos expressem seu louvor a Deus;
11. Esperamos que o músico cristão busque e desenvolva a santidade, vivendo uma vida piedosa, tanto no serviço prestado a Deus na igreja, quanto fora dela, em sua atividade profissional;
12. Rejeitamos a dicotomia que faz separação entre o sagrado e o secular e cria espaços estanques na vida do cristão. O Senhor Jesus é soberano e governa todas as instâncias da vida, e, por isso, devemos somente a Ele a nossa fidelidade, agradando-o em tudo e rejeitando tão-somente o que ofende a sua glória;
13. A Igreja não se pode esquivar de sua responsabilidade diante da cultura na qual está inserida; deve mentoriar a reflexão e a prática de uma teologia de arte e cultura;
14. Incentivamos as igrejas a abrir suas dependências para a realização de eventos culturais como exposições, mostras, cursos, saraus e outras atividades visando à educação, à divulgação e à aproximação da sociedade;
15. Mesmo entendendo que todo trabalho na igreja é voluntário, podemos honrar com sustento ou remuneração aqueles que se dedicam ao ministério musical, se a comunidade disponibiliza de recursos para tal;
16. Entendemos que nossa arte deve encarnar uma voz profética e manifestar em seu conteúdo os valores do Reino;
17. Recomendamos que as igrejas promovam encontros de reflexão sobre a utilização das artes no Reino de Deus, capacitando os artistas para a realização de seu trabalho;
18. Incentivamos os músicos a expressar em sua arte a beleza de Deus por meio de uma contextualização e diversidade musical;
19. Reconhecemos o caráter essencialmente transformador e questionador da nossa arte e não cremos que ela deva estar a serviço do mercado;
20. Muito embora os artistas cristãos não se devam render aos senhores da mídia, tornando-se reféns desta, podem utilizar de maneira ética os meios de comunicação como canal para a divulgação de sua arte, proclamando, assim, o Reino de Deus;
21. No que se refere ao relacionamento entre os músicos e a liderança eclesiástica, encorajamos o diálogo, o respeito e o reconhecimento mútuo de seus ministérios como algo dado por Deus;
22. Incentivamos que os artistas cristãos busquem perante o Estado e a iniciativa privada recursos para a promoção de sua arte por meio de leis de incentivo à cultura, editais para financiamento de projetos culturais etc.
23. Encorajamos as igrejas a investir na educação e na formação de artistas;
24. Propomos que as igrejas e as instituições de ensino teológico incentivem as diversas manifestações artísticas e não somente a área musical;
25. Compreendemos que o ofício de artista é legítimo como tantos outros, podendo ser exercido pelo artista cristão no mercado de trabalho e devendo ser apoiado e incentivado pelas comunidades cristãs.

Deixo os comentários livres para discussão do assunto. 
para saber mais, clique aqui (por CristianosmoCriativo)