11 novembro 2009

Episódio 4: A Grande Decisão

O tempo passa, as coisas acontecem e novidades temos que buscar. Então vou contar a vocês minha busca por uma novidade na equipe.
Eu já havia evoluído bastante na ministração de músicas e de louvor quando aconteceu. Estávamos andando muito bem com os ensaios de sexta e eu como sempre estava passando tudo o que li e aprendi em pouco tempo, mas em muita dedicação.
A Jullyhp e eu, concordamos que ainda temos que evoluir e estávamos pensando como realizar isso. Como fazer para evoluir, antes de gravar um CD. Então pensamos em melhorar os equipamentos e as nossas posições, formas de cantar e tocar, visando ser levitas que agradem a Deus, dando o melhor. Porém se todos tem essa visão (Ser grande), todos alcançam juntos. Com suor e lágrimas. Porém se existem pessoas acomodadas, e que querem apenas estar num lugar para que a família não a condene, sua vida como ministro será um pouco mais difícil. Mesmo assim, pensamos e trouxemos idéias.
Cantar no momento do louvor é relativamente fácil. A compreensão de levar as pessoas a adorar é algo um pouco mais complexo. E pensando nisso, disse aos vocais que ministrassem as músicas. Cada um ministra uma música e não fica algo monótono e nem problemático para ninguém. Discutimos que precisavamos falar algo no contexto da música, e que no momento da unção, nós sentiríamos o que falar. Pedi que avisassem o instrumental os momentos que as músicas voltam e para que parte irá voltar e nos momentos de expontâneo, se a música voltar a alguma estrofe, declamar uma parte, assim não seria necessário "ensaiar um expontâneo".
Com muitas dicas assim, imaginei que todas as pessoas pelo menos tentariam colocar em prática. Mas como eu sempre acredito demais, sofri outra decepção.
Então aprendi que: A vergonha é a pior característica de um cristão.
Para pensar mais sobre o assunto convidei varias pessoas a preencherem minha cadeira por um dia para conversar com o pessoal e todos que ministraram a esta equipe, seja tecnicamente ou espiritualmente disseram a mesma coisa. O impressionante é que não comentei sobre o assunto com nenhum dos outros palestrantes que conversaram com a equipe. Tudo bem, vamos perder a vergonha e pisar na cabeça do Diabo. Não importa quanto tempo demore, faremos isso. Ainda este ano.
Mesmo com todas as dificuldades, estamos a frente de muitos e nos sentíamos muito felizes. Nesta altura do campeonato, acreditava que somente Cristo poderia nos parar. E a altivez da minha pessoa tornou a equipe frágil. A segurança e a motivação que passava, apenas alimentava o ego do grupo e não transmitia uma presença Divina.
Eu, quem vos escrevo, sou um novo ministro, ou um ministro novo que busca a perfeição da Adoração. Creio que a igreja é o corpo e não um submundo que deve ficar escondida em uma rua Deserta. Não gosto de MEGA-IGREJAS, mas AMO a palavra e creio que ainda estão por vir conversões de 5mil pessoas em uma única pregação. E sei que o noivo está a porta, não desejo estar despreparado.
Presença que mesmo eu pedindo a mesma todos os dias, não me sentia preparado. Então veio a seta em minha vida Financeira.
Trabalho, congrego e tenho familiares na cidade vizinha a que moro. E para tudo isso, utilizo de uma Benção de Deus,  Topogigio (Fiesta 2000 1,0 GNV). Uma benção do Senhor na minha vida. Porém eu não estava vigiando corretamente minhas finanças, pois minha esposa trocou de emprego, e ganhando menos, porem com menor Estresse, uma bola de neve foi criada em nossas finanças. Deixo claro que eu a intimei a largar aquele trabalho que além de afastá-la de Deus, causava uns problemas respiratórios nela.
Essa bola de neve cresceu e chegou a um ponto insustentável. Parei, refleti, orei e chorei. Mas a primeira ideia que tive para melhorar a situação financeira foi vender o carro e comprar um mais velho. Tentei, porem a quantidade de parcelas era ainda menor que o valor necessário. Então pensei em economizar na compra mensal, que caiu 15%. Economizei em muitas outras coisas que não nos era impressindivel e ainda sim não consegui chegar a um numero razoável. Então a Jullyhp trouxe a idéia: Temos que reduzir GNV, pois gastamos muito com as idas e vindas diárias, cerca de 45% do orçamento. E para reduzir isso temos que parar de ir em lugares, como cinema, shopping, feiras. Temos que ficar mais tempo na casa dos pais e por ultimo, deixar de ir ao culto de Terça e parar o ensaio de Sexta.
Um choque para mim, dias muito tristes em casa. Choro em vários locais da casa, e muita oração. Paramos os ensaios. Paramos quase que no tempo. Mas graças a Deus, nossas perguntas tem sido respondidas.
Não perca o próximo episódio: Por que?
Nesta semana leia: 1 Pedro 5 : 7.

___________________________________________
Leia um  vale a pena: Clique aqui e escolha